Orientações Gerais

ORIENTAÇÕES GERAIS PRE E PÓS OPERATÓRIAS EM CIRURGIA PLASTICA

BONS CANDIDATOS À CIRURGIA SÃO

  • Indivíduos saudáveis sem patologia que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
  • Não fumantes,
  • Indivíduos com perspectiva positiva e expectativas realistas sobre a cirurgia,
  • Indivíduos sem condições de saude  graves associadas.

ESTEJA PREPARADO PARA DISCUTIR

  • A razão pela qual quer se submeter à cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado,
  • Condições médicas, alergias medicamentosas anteriores e tratamentos médicos prévios,
  • Uso atual de medicamentos, vitaminas, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
  • Cirurgias prévias.

O CIRURGIÃO PODERÁ

  • Avaliar seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
  • Tirar fotos para seu prontuário médico,
  • Discutir suas opções e recomendar um tratamento,
  • Discutir prováveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

PREPARANDO-SE PARA A CIRURGIA

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:

  • Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
  • Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
  • Parar de fumar bem antes da cirurgia,
  • Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

INSTRUÇÕES ESPECIAIS

  • O que fazer na noite anterior e na manhã da cirurgia (tempo de jejum, medicações, banho),
  • Informações sobre o tipo de anestesia a ser realizada,
  • Orientações sobre cuidados pós-operatórios.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

VOCÊ PRECISARÁ DE AJUDA

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe e fique com você, pelo menos, a primeira noite, após a cirurgia.

RISCOS E INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da cirurgia em questão são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

RISCOS DA CIRURGIA E INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Todo e qualquer procedimento cirúrgico envolve riscos. Estes serão minimizados pela correta avaliação pré-operatória, planejamento cirúrgico e cuidados pós-operatórios adequados. Entre as possíveis intercorrências/ complicações, podemos citar:

  • Sangramento/ hematoma (acúmulo de sangue internamente);
    Infecção;
  • Cicatrização ruim (hipertrofia, quelóide, retrações, alterações de cor);
  • Alterações de sensibilidade;
  • Assimetrias;
  • Reação aos produtos utilizados (fios de sutura, fitas, soluções injetáveis);
  • Complicações inerentes ao ato anestésico;
  • Necessidade de novo procedimento cirúrgico.

POSSÍVEIS RISCOS DA CIRURGIA

  • Cicatrizes desfavoráveis,
  • Sangramento (hematoma),
  • Infecção,
  • Acúmulo de líquido (seroma),
  • Riscos anestésicos,
  • Má cicatrização,
  • Necrose da pele,
  • Dormência ou demais alterações de sensibilidade da pele,
  • Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
  • Assimetria,
  • Deiscência (reabertura de uma ferida previamente fechada),
  • Necrose do tecido adiposo,
  • Danos em estruturas mais profundas tais como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões,
  • Dor, que pode perdurar,
  • Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
  • Fios de sutura podem espontaneamente emergir na pele, tornando-se visíveis ou causar irritação que exijam sua remoção,
  • Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

VOCÊ PRECISARÁ DE AJUDA

Converse com seu cirurgião. Dependendo do tipo de cirurgia e anestesia planejados, pode ser importante que alguém lhe acompanhe, pelo menos nas primeiras horas após o procedimento.

FAÇA PERGUNTAS

É muito importante que você tire todas as suas dúvidas diretamente com o cirurgião plástico sobre o procedimento cirúrgico. É natural que sinta um pouco de ansiedade, seja expectativa com o resultado ou estresse pré-operatório. Não tenha vergonha de discutir estes sentimentos com seu cirurgião plástico.

AO RECEBER ALTA

Se você sentir falta de ar, dor no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Se algumas destas complicações ocorrerem, você pode precisar de internação e de tratamento adicional. A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de bons resultados serem esperados, não há garantia. Em algumas situações, pode não ser possível atingir ótimos resultados com um único procedimento cirúrgico, sendo necessária uma nova cirurgia.

SEJA CUIDADOSO

Seguir as recomendações de seu médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não sejam sujeitas à força excessiva, à escoriação ou ao movimento durante o período de cicatrização.

PERGUNTE AO CIRURGIÃO PLÁSTICO SOBRE A RECUPERAÇÃO

  • Onde vou permanecer em recuperação após o término da cirurgia?
  • Qual medicação me será dada ou prescrita após a cirurgia?
  • Será necessário curativo após a cirurgia? Quando será removido?
  • Os pontos serão removidos? Quando?
  • Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
  • Quando será a consulta de retorno?

RESULTADOS

Os resultados finais da cirurgia plástica aparecerão dentro de algumas semanas ou meses, mas, pode levar até um ano para as linhas de incisão refinarem totalmente. Embora a cirurgia plástica possa corrigir determinadas condições permanentemente, há o envelhecimento natural. Ao longo da vida, é preciso que haja proteção solar adequada para ajudar a manter os resultados.

VOCÊ RECEBERÁ INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS, QUE PODEM INCLUIR

Como cuidar do local da cirurgia e dos drenos, os medicamentos que tem de aplicar ou tomar por via oral para ajudar na cicatrização e reduzir o risco de infecção, e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

QUAL O CUSTO DA CIRURGIA PLASTICA?

O CUSTO É SEMPRE UMA CONSIDERAÇÃO EM CIRURGIA ELETIVA. OS HONORÁRIOS DE UM CIRURGIÃO PODEM VARIAR COM BASE EM SUA EXPERIÊNCIA E TIPO DE PROCEDIMENTO REALIZADO.

O CUSTO PODE INCLUIR

  • Honorários do cirurgião,
  • Gastos com o hospital ou centro cirúrgico,
  • Honorários do anestesista,
  • Gastos com medicamentos,
  • Exames médicos.

SUA SATISFAÇÃO VALE MAIS QUE OS CUSTOS DA CIRURGIA

Ao escolher um cirurgião plástico para a cirurgia, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

FAÇA PERGUNTAS AO CIRURGIÃO PLÁSTICO

Use esta lista como um guia durante a consulta:

  • Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
  • Você foi treinado especificamente no campo da cirurgia plástica?
  • Quantos anos de treinamento em cirurgia plástica você teve?
  • A instalação da sala de procedimento em seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária de sua cidade?
  • Sou um bom candidato a este procedimento?
  • O que se espera de mim para que os melhores resultados sejam obtidos?
  • Onde e como será realizado o procedimento?
  • Qual técnica cirúrgica é recomendada para o meu caso?
  • Quanto tempo de recuperação posso esperar, e que tipo de ajuda vou precisar durante minha Recuperação?
  • Quais são os riscos e as complicações associados ao meu procedimento?
  • Como são tratadas as complicações?
  • Qual será a aparência da região operada ao longo do tempo?
  • Quais são minhas opções se estiver insatisfeito com o resultado estético do procedimento?

ESCOLHA UM CIRURGIÃO PLÁSTICO QUALIFICADO

Todo cirurgião plástico devidamente qualificado cursou NO MÍNIMO:

• 06 (seis) anos de graduação em Medicina;
• 02 (dois) anos de especialização em Cirurgia Geral;
• 03 (três) anos de especialização em Cirurgia Plástica (em Serviço credenciado pela SBCP).

Ao final deste longo período de formação, faz-se necessária ainda uma avaliação final, englobando análise curricular + prova escrita + prova oral, para que o cirurgião possa enfim receber o Título de Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Todos os membros da SBCP podem ser encontrados na listagem disponibilizada no site. Informe-se sobre o seu cirurgião!

O QUE SABER ANTES DE SE SUBMETER À CIRURGIA?

  • Recomendações pré-operatórias (tempo de jejum, medicamentos ou quaisquer outras substâncias que deverá suspender e com que antecedência, cuidados com o local da cirurgia);
  • Tipo de anestesia e tempo de internação programados;
  • Necessidade de ajuda no momento da liberação para casa;
  • Tempo de repouso;
  • Cuidados com a ferida operatória;
  • Medicações que serão necessárias;
  • Possíveis intercorrências / complicações.